segunda-feira, 24 de março de 2014

O Ladrão de Raios #1

livro, percy jackson, rick riordan, o ladrão de raios, resenha

Oi, estou aqui novamente escrevendo sobre Percy Jackson. Eu já havia escrito sobre PJO "Nesse Post", onde falei  sobre os outros livros de uma forma bem resumida, e agora eu vou escrever só sobre "O Ladrão de Raios" (e sobre os demais livros em outros posts).

Percy Jackson o garoto-problema de 12 anos com déficit de atenção e disléxico, com sua notas e comportamentos mais ou menos, vive sendo expulsos das escolas que frequenta, e tudo começa a fazer sentido quando descobre que ele não é um humano normal e sim um meio-sangue (meio Deus - meio Humano). 


O filho de Poseidon está sendo acusado de ter roubado o raio de Zeus um inimigo que ninguém gostaria de ter, e com isso nem o céu nem a terra é um lugar seguro para Percy, com monstros da mitologia grega saindo dos livros e o atacando ele corre grande perigo, ele precisa ser levado para o acampamento meio-sangue o mais rápido possível. No caminho junto com Grover (que é um sátiro) eles enfrentam o  seu primeiro desafio o Minotauro que é derrotado por Percy.



No acampamento meio-sangue Percy e proclamado filho de Poseidon o Deus dos mares e dos terremotos, aqui em baixo segue o trecho no livro:



“– Está determinado – anunciou Quíron.
Por toda a minha volta, os campistas começaram a se ajoelhar, até mesmo os do chalé de Ares, embora não parecessem muito felizes com isso.
– Meu pai? – perguntei, completamente perplexo.
– Poseidon – disse Quiron. – Senhor dos Terremotos. Portador das Tempestades. Pai dos Cavalos. Salve, Perseu Jackson, Filho do Deus do Mar”

O Acampamento é dirigido por Quiron que suspeita que algo muito ruim vai acontecer se o verdadeiro ladrão do raio de Zeus não for achado á tempo, e essa tarefa fica Percy, mas esse não vai ser a única e nem a mais fácil, com a ajuda de Annabeth e de Grover, Percy terá que descobrir o ladrão do raio de Zeus, encarar o pai que o abandonou, decifrar o enigma do oráculo e desvendar uma traição mais devastadora que a fúria dos Deuses.



Espero que tenham gostado da resenha (deixe sua opinião nos comentários)  e em breve irei escrever sobre o segundo livro da saga "O Mar de Monstros".

 

Copyright @ 2016 Decidindo-se .

Traduzido Por: Templateism