sábado, 24 de maio de 2014

Divergente #1


O livro se passa em uma Chicago futurista onde para alcançar a paz a sociedade foi dividida em facções. Cada facção ressalta uma grande virtude que contrapõe um grande ponto fraco das pessoas. As cinco facções são: Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição.

  • A Amizade é o grupo formado por aqueles que culpavam a agressividade pelos problemas do mundo.
  • A Franqueza, com sua honestidade excessiva, rendeu líderes confiáveis para a Justiça.
  • Os que culpavam a ignorância formaram a Erudição.
  • Os que acreditavam na culpa do egoísmo formaram a Abnegação, com líderes justos e altruístas.
  • E a Audácia, que desprezava a covardia, ficou responsável por proteger a todos.
(Para mais informações sobre as facções leia esse post escrito pela Alana: "A FACÇÃO ANTES DO SANGUE" ) 

Ao completar 16 anos os garotos e garotas da "Nova Chicago" podem escolher em que facção passarão o resto de suas vida. Eles passam por um teste que os diz em que facção, a partir dos traços mais evidentes em sua personalidade, se encaixam mais. Eles podem escolher permanecer na sua facção de nascença ou mudar, escolhendo a “facção além do sangue”, abandonando o seu passado, incluindo sua família. 

Beatrice, a protagonista, foi criada na facção de Abnegação e está perto de poder passar pelo teste e escolha de sua facção. Mas, no caso de Beatrice, a resposta não poderia ser mais assustadora: ela simplesmente não se encaixa em uma facção. É uma Divergente e, como tal, corre grande perigo.  A divergencia nesse livro é tão temidaa ponto de se colocar vida de jovens aos 16 anos em risco.

Com o teste de aptidão inconclusivo, Beatrice decide participar da Audacia e tornar-se parte daquelas pessoas ousadas que sempre admirou de longe. Mas a coisa não é tão fácil como parece, após a escolha da facção desejada é necessário passar por um teste de inicialização rígido e perigoso.

Sobre muita pressão Tris (como é chamada Beatrice após escolher a Audacia) busca completar a inicialização com sucesso. Com novos amigos e com um pacote de muitos inimigos ( de brinde por que a Veronica Roth é humilde kkkkkkk *-* ) ela acaba percebendo que passar por isso não é só questão de honra, mas de sobrevivência.

O blog já possuía posts sobre "Divergente" mas acho que um livro assim merecia uma resenha única (por que ele é foda '-' ) recomendo que leia os outros posts escritos pela Alana!




Há e também já aproveitando o post, o que acharam do novo tema do blog? responde aqui nos comentários, ok? =) 

 

Copyright @ 2016 Decidindo-se .

Traduzido Por: Templateism