terça-feira, 15 de julho de 2014

Cenas memoráveis de Harry Potter

Para matarmos a saudade depois de 3 anos sem filmes de Harry Potter, vou fazer um momento nostalgia:


Harry Potter x Lord Voldemort


No primeiro filme da série, após vencer os desafios propostos para alcançar a pedra filosofal, uma espécie de elixir da vida eterna, Harry encara o espelho de Ojesed. Não é um espelho qualquer: em vez do reflexo real de quem o enfrenta, ele mostra como a pessoa gostaria de se ver. E Harry, que está com a pedra filosofal no bolso, se enxerga com ela na mão – ele quer protegê-la de pessoas mal intencionadas. Por isso, quando o professor de Arte das Trevas, o inseguro Quirrel, lhe pergunta o que vê no espelho, Harry não responde. Ele está pensando em um modo de escapar com a pedra. Surge então na sala uma terceira voz, que repete o pedido de Quirrel e ordena ao professor que desenrole seu turbante. Quirrel obedece e, ao desfazer seu turbante, revela, na parte de trás de sua cabeça, um rosto branco, com olhos vermelhos e fendas no lugar do nariz. É o espírito de Voldemort que está ali encarnado, mandando Quirrel tirar a pedra de Harry. Mas, no momento em que Quirrel toca o menino, sua pele começa a queimar. O efeito da proteção que a mãe de Harry deixou nele o defende mais uma vez. 

Harry Potter x Lord Voldemort 2


No segundo filme, Harry descobre que Gina, irmã de Rony, foi levada para a Câmara Secreta – que dá nome ao longa – e vai atrás dela. Lá, o menino encontra Gina à beira da morte. Enquanto tenta acordá-la, vê Tom Riddle – na verdade, a sua lembrança, que ficou presa em um diário por 50 anos. Sem saber que Riddle é na verdade o jovem Lord Voldemort, pede ajuda para salvar a amiga. Riddle então conta que usou Gina para abrir a câmara e que pretendia roubar sua força vital para reviver, e lança contra Harry um basilisco (uma cobra gigante). Fawkes, a fênix de Dumbledore, aparece e entrega ao bruxinho a espada de Griffyndor. Depois que a fênix ataca e cega o animal, Harry o mata com a espada. Ao final da batalha, pinça o dente do basilisco que ficou preso em seu braço e destrói o diário, livrando-se de Tom Riddle e devolvendo a vida a Gina. 


Harry Potter e os dementadores


Dementadores são guardiões da Prisão de Azakaban, seres das trevas que se alimentam das boas lembranças das pessoas. Eles atacam suas vítimas com um beijo capaz de sugar a alma até torná-las pessoas vazias. Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, o bruxinho encontra pela primeira vez um dementador no início de seu terceiro ano escolar, no Expresso de Hogwarts. O trem para sem aviso no meio do caminho e os vagões são revistados pelos dementadores de Azkaban, que buscam o fugitivo Sirius Black. Harry, que está numa cabine com Rony e Hermione, sente o ar congelar, tem uma sensação de angústia e é forçado a reviver sua memória mais terrível: os últimos momentos da vida de seus pais, que foram assassinados por Lord Voldemort. O menino sucumbe às lembranças e desmaia. Quem o salva do ataque dos dementadores é o novo professor de Defesa Contra as Artes das Trevas, Remo Lupin.



Final do Torneio Tribuxo


Na prova final do Torneio Tribruxo, ainda no episódio do Cálice de Fogo, Harry perde um colega, Cedrico, morto pelo vilão Voldemort. O bruxinho toca o cadáver com uma mão e, com a outra, a taça da competição. Enfeitiçado, o troféu os leva de volta a Hogwarts, onde todos esperam pela chegada do vencedor. Quando os dois aparecem, os alunos começam a comemorar e a aplaudir, sem perceber que Cedrico está morto e que Harry chora sob o seu corpo. A primeira a notar é Fleur Delacour, que alerta aos outros. Dumbledore, o diretor da escola, corre para acudir Harry. Desesperado, o bruxinho tenta explicar que Lord Voldemort reapareceu e matou Cedrico. Carinhoso, Dumbledore tenta acalmá-lo dizendo que agora ele está seguro.


Os Comensais da Morte


Após ter uma visão de Sirius Black, seu padrinho, sendo torturado por Lord Voldemort no Departamento de Mistérios do Ministério da Magia, Harry se junta à Armada de Dumbledore para resgatá-lo. Sociedade secreta que se encontra diversas vezes ao ano para praticar feitiços contra as trevas, a Armada é composta por Harry, Rony, Hermione, Neville, Gina e Luna Lovegood. Juntos, os seis voam para Londres em testrálios, bichos que só quem viu a morte de perto consegue enxergar. Ao chegar lá, descobrem que Voldemort havia armado um plano para ouvir uma profecia, armazenada no Departamento de Mistérios, sobre Harry Potter. Segundo essa profecia, que apenas a pessoa de quem ela fala consegue acessar, Harry seria o único capaz de vencer o vilão. O próprio Harry não sabia disso e descobre ao deparar com a profecia numa bolinha de vidro que leva o seu nome. Nesse momento, aparecem os Comensais da Morte, enviados por Voldemort. Tem lugar uma batalha. Sirius Black, padrinho de Harry, é morto, e a profecia se quebra - mas antes o bruxinho consegue escutá-la.


A morte de Dumbledore


Outra cena do Enigma do Príncipe. O diretor da escola Hogwarts acaba de voltar de uma jornada feita com Harry em busca de uma das horcruxes, objetos que contêm pedaços da alma de Voldemort. Ele está completamente debilitado. O diretor da escola pede a Harry que chame o professor Snape e em seguida se esconda. Nesse momento surge Draco Malfoy, que recebeu de Voldemort a missão de matar Dumbledore. O velho bruxo tenta convencer o jovem comensal de que ele não é um assassino, mas a conversa dos dois é interrompida pela chegada de Bellatrix Lestrange e de outros Comensais da Morte. Snape aparece nesse momento e ouve o pedido de Dumbledore: “Por favor”. Snape então lança a maldição mortal Avada Kedavra contra Dumbledore.


After all this time? Always.


 

Copyright @ 2016 Decidindo-se .

Traduzido Por: Templateism