segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

No Centro da Terceira Fileira - Resenha

Você conseguiria imaginar o que a pessoa ao lado está vivenciando? Alguma pessoa já conseguiu dominar os seus sentimentos e as suas atitudes? Você já fez isso com alguém? Até que ponto a brutalidade de um homem pode ser dominada pela simplicidade de uma mulher? Beleza, um corpo esbelto ou popularidade seriam pontos fortes ou sinais de fraqueza? Quem está em vantagem no jogo da sedução?
Perguntas como essas são respondidas nesta obra, que aborda as coisas simples desses confrontos cotidianos, de maneira crua e por muitas vezes obsceno. Descaso, confiança, amor, sedução e sexo são coisas tão banais e tão presentes em nossas vidas que, quando fogem ao nosso controle, nos perguntamos onde erramos. Contudo, na verdade, sem querer, permitimos que elas estivessem sempre a nossa frente.

Este foi o primeiro livro fruto da parceria com a Chiado Editora e o blog. O qual, na minha opinião, não poderia ser um livro melhor para começar. Não sei ao certo como definir este livro, pois durante a leitura senti dos mais variados sentimentos. Pensei em muitos momentos que era um livro comum e que não possuía nada de mais. Em muitos outros pensei que era apenas um romance adolescente, e já em outros, descobri que era muito mais que isso. 

No Centro da Terceira Fileira - Livro

Não faz muito que eu o li, mas ainda estou tentando entender o final. Fiquei com raiva? Um pouco. Fiquei surpreso? Fiquei. Fiquei sem entender quase nada? Sem dúvidas. Esse é um daqueles livros que sofremos junto com o personagem. Do mesmo modo que ele fica confuso e indeciso, nós ficamos. Adentramos totalmente nesta história simples e ao mesmo tempo complexa.

No Centro da Terceira Fileira - LivroEnfim, nesta história o protagonista é Robson, ou simplesmente Rob. Ele está fazendo um cursinho pré vestibular almejando conseguir uma vaga em um dos cursos mais concorridos de hoje em dia: Medicina. E para isso ele não irá medir esforços para conseguir chegar até lá.

Em decorrência disso, Rob passa grande parte do ano seguindo uma mesma rotina: Acordar, colocar a caneca com agua do café esquentar; colocar um uniforme; comer uma torrada; ir para o ponto de ônibus pegando a brisa da manhã no calçadão de Ipanema; chegar cedo no curso; sentar no centro da terceira fileira e revisar os conteúdos do dia anterior. Fim. Pronto. Acabou. Essa era a monótona rotina de Rob. Até que um dia Isabel, sua colega, o interrompe e pergunta a ele se ele poderia guardar seu lugar caso um dia ela viesse a se atrasar. Em vez dele ser uma pessoa normal e simplesmente dizer sim, ele a responde de uma maneira fria e rude. 

Tal atitude quebrou totalmente sua preciosa rotina e o fez perceber as pessoas que estavam a sua volta, ligando-o para a vida. E desde então sua rotina nunca foi a mesma. 

Rob em vez de prestar atenção nas aulas como fazia antes, passou a observar o quarteto de meninas que sentavam ao seu lado, grupo carinhosamente apelidado de Quarteto Desastrico. Mas o que ele não sabia era que seu envolvimento com essas quatro meninas iria ir muito mais a fundo do que ele imaginava. 

Um novo amor nasce, novas amizades surgem e muitas dúvidas nos cercam. E como em todos romances nada convencionais, temos muita sensualidade, sexo, traição e confusão. A escrita em algumas vezes chega até ser chula, mas por conta disso o livro atinge um alto ponto de realidade. Afinal, um adolescente não fala corretamente como estamos acostumados a ler em livros. Isso, apesar de incomodar alguns, pra mim foi um ponto positivo, pois só nos traz mais proximidade com a história.

Em relação a capa, bem... Ela poderia ser melhor. Certo? Sim. Poderia, mas como os mais sábios dizem: "Não julgais um livro pela capa...". Tal frase deve ser aplicada neste livro. E apesar da capa simples o livro demonstra um ótimo acabamento, com folhas amarelas que tornam a leitura ainda mais agradável.

28 comentários:

  1. Oi Vinicius!
    Não conhecia o livro e pela sinopse parece uma coisa e quando li a resenha vi que era outra. A premissa é interessante, mas não sei se leria por agora.

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sinopse baseia-se astante em metáfora, tais quais podemos identificar sutilmente no livro.

      Talvez fique pra outro dia, não? rsra

      Abraços e.e

      Excluir
  2. Interessante saber que o livro deixa o leitor confuso, assim como o protagonista. Gosto de obras assim.
    Excelente resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de dezembro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, livros assim são muito bons!

      Obrigado pela visita!

      Excluir
  3. Vinícius!
    Infelizmente hoje temos a tendência de nnos fecharmos em nosso mundo, sem perceber direito o que se passa ao nosso redor.
    Bom ver que o protagonista se abriu e chegou a iniciar um amor...
    O livro parece interessante.

    Obrigada pela visita feita ao blog e volte sempre que desejar.
    “Olho por olho, e o mundo acabará cego.” (Mahatma Gandhi)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A personalidade das pessoas, principalmente dos jovens, de hoje em dia está muito diferente de anteriormente. Estamos mais reservados, preocupando-se mais com nós mesmos vivendo nas frias metrópoles. E seguindo esta ideologia que descobrimos, talvez, a quebra desta rotina no livro. Conhecendo as belezas e confusões, enfim, o calor, da vida.

      Excluir
  4. Gostei dessa obra, já conheço faz algum tempo e todas as criticas que eu vi foram bem positivas.
    Espero poder ler ela em breve, já que por ser tratar de temas adolescentes, me deixou bem atraído.
    Beijão e adorei sua resenha,

    Vinicius
    omeninoeolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pensava muitas vezes que tanto elogio poderia ser um tanto quanto exagerado, talvez. Mas enganei-me ao ler. Desejo que você tenha a oportunidade de o ler.

      Abraços o/

      Excluir
  5. É a Chiado não é muito boa nas capas, mas vejo que os títulos estão cada vez melhores... Achei esse bem interessante.

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é uma meia verdade, pois tem uns livros com capas impecáveis e outros que deixam a desejar... Mas ultimamente está tendo uma melhora gratificante nas novas publicações!

      Abraços o/

      Excluir
  6. Já tinha visto antes a respeito desse livro e tinha ficado bem curiosa.
    A história parece ser interessante, gostei da resenha.
    Beijos,
    http://masenstale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. interessante, intrigante, humana... Isso é muito mais!

      Obrigado pela visita o/

      Excluir
  7. Oi Vinicius!
    Nunca ouvi falar desse livro. Não conheço muito do catálogo da Chiado, mas confesso que não me cativou, então, mesmo com sua resenha bem legal, prefiro não me aventurar na leitura.

    Abraços
    David
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hum :/ Que pena, mas enfim... obrigado pela visita o/

      Excluir
  8. Oi, Vinicius!
    Eu não conhecia a obra, mas fiquei bem interessada. Só espero entender alguma coisa dele hahahahah
    Beijos
    Balaio de Babados | Participe da promoção Natal do Babado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uheueueeueuh Ta pra entender a história! A questão é entender a "personagem"! ai complica....

      Excluir
  9. Oii Vinicius, tudo bom?
    Não conhecia o livro, mas acho que se lesse provavelmente teria considerado que o Rob tinha algum grau de autismo por causa desse negocio de atrapalhar a rotina. Mas gostei da premissa dele e fiquei curiosa pra saber como ele irá conseguir fazer amizade com o Quarteto Desastrico, haha
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez eu tenha me acentuado muito neste ponto. Mas na realidade ele apenas estava inteiramente dedicado de corpo e alma ao vestibular de medicina. Tanto até que após essa interrupção na rotina ele fica bem desatento...

      Excluir
  10. Olá, Vinicius.
    Eu não entendi nada pela sinopse e nunca compraria esse livro por ela hehe. E também lendo a sua resenha, não é um livro que me interesse. Achei o protagonista bem diferente e se fosse ler seria por causa disso. Mas vou deixar passar.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uehueeuheueh A sinopse é bem metafórica mesmo. Mas a história em si é bem legal!

      Abraços o/

      Excluir
  11. Oi, Vinicius! Esse livro me lembrou um pouco As vantagens de ser invisível é pela sinopse eu não compraria, ela parece um pouco bagunçada. Eu salvei o nome aqui pra pôr na wishlist.
    Beijos
    blogestrelasdepapel.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, eu acho que não tem muita coisa parecida não heuehueheu Só lendo pra entender!

      Abraço o/

      Excluir
  12. ooi! Eu também não gostei dessa capa, maaas fazer o que. A premissa é bem legal e fiquei curiosa para saber como a rotina de Rob mudou. Cursinho é uma coisa de louco, ja vi algumas pessoas como ele kkk

    Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pergunta seria basicamente: Quem mudou a rotina de Rob.

      Abraços o///

      Excluir
  13. Quando eu entrei nesse blog e vi essa capa, pensei: Que capa horrível!
    Eu sei, não devemos julgar pela capa, mas, SENHOR!
    Mas o importante é que a leitura foi boa, não é mesmo? Já tira esse "peso", pelo fato da capa não agradar tanto. Já é um ponto para surpreender!
    http://letrasfloresecores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ueheuehueheuhueh A capa pesa muito. Mas pra mim o que mais importa é a lombada do livro, o que eu gostei bastante. Então já ta valendo!

      Excluir
  14. Oie Vinicius =)

    Não conhecia o livro, mas acredito que pelo que li em sua resenha não ele não seria um livro que eu leria no momento.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez fiquei pra outro dia, certo? :p

      Abraços o/

      Excluir

 

Copyright @ 2016 Decidindo-se .

Traduzido Por: Templateism