quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Uma Vez Você, Uma Vez Eu - Resenha

Sinopse: Marcos e Willian, pai e filho, tentam se reconciliar após anos de desentendimento. Em paralelo, Eva, mulher de Willian, quer a todo custo engravidar, o que frustra o casal. A partir da visão do interior de cada um, esses personagens terão de reconfigurar o modo de pensar para enfrentar os seus conflitos. Nessa fase tão conturbada para todos, reflexões acompanham cada segundo da trajetória deles.
Narrada de forma surpreendente, provocativa e crítica, esta obra não tem a pretensão de apresentar soluções para os problemas enfrentados, mas, sim, mostrar as armadilhas de nosso fluxo de consciência, para compreendermos que as soluções dos problemas dependem, muitas vezes, da forma como se lida com as ilusões, ou, ao contrário, como se enxerga verdadeiramente a realidade.

Confesso que não sei por onde começar essa resenha, só sei que esse livro é uma bomba de emoções, não digo que ele seja triste ou outra coisa, mas ele não é um livro que possa ser adjetivado como leve ou simples. Muito pelo contrário, apesar de ser um livro fino, seu conteúdo é muito denso, mas não pelo lado negativo, e sim uma densidão desafiadora, hora agradável, hora dramática. As 181 páginas desta obra são repletas de muita reflexão. As entrelinhas do livro nos desafiam a pensar, nos instigando a questionar e ao mesmo tempo, já, nos dando a responda, deixando-nos ainda mais confusos.


As muitas divagações do livro variam desde o breve (ou nem tão breves assim) momento antes de levantar da cama, até momentos de euforia e de situações complicadas, que aliás, não são poucas. Assim como consta na sinopse, os temas que regem a história desse livro são basicamente um drama familiar entre pai e filho, como também a luta de um casal para terem um filho. Entre muitos problemas e angustias da história podemos absorver muitas lições de vida, pois apesar de ser um drama fictício, a realidade não deixa de ser muito diferente. 

Enfim, o protagonista da história é Willian que a muito deixará de relacionar-se bem com seu pai, Marcos. A causa do mal relacionamento dos dois, para mim, ainda ficou meio nublada, por assim dizer, mas a questão que importa não é essa, o clímax da obra é devido a tentativa de Willian para retomar as relações com seu pai. Muitas coisas acabam ocorrendo entre eles, e tais acontecimentos, é claro, não podem ser comentados, visando manter o desfecho da obra intacto, sem tirar a surpresa do leitores.



A escrita do autor é super envolvente, deixando o tema pesado e até mesmo dramático, bem leve e de fácil absorção. Apesar de o livro ter muitas reflexões elas não são por inteiro complicadas, basta concentrar-se um pouco mais. Nada que prejudique o andamento da leitura, bom... Na verdade, inúmeras vezes eu me peguei refletindo sobre os acontecimentos e palavras transcritas no livro e consequentemente parando a leitura. Ainda assim foi uma leitura bem rápida e envolvente. A maestria do autor em conduzir os acontecimentos da trama é notável. Os acontecimentos são imprevisíveis e surpreendentes, enfim, não irei me apegar a detalhes pois assim, claramente, estragaria o grandioso final. Já adiantando; Não foi o que eu esperava, talvez até um pouco repetitivo, mas ainda assim foi bom.


Além da ótima escrita e do belíssimo enredo, somos presenteados por um ótimo acabamento. As folhas são amarelas, as fontes são agradáveis e do tamanho ideal, e o mais importante, a capa é incrível! Mas ainda há um diferencial, neste caso em especial, eu gostei ainda mais da contra capa, esse tom de azul com preto fez um contraste muito legal. Ah, os começos de capítulos também são muito bem trabalhados, cada numeração é envolta de um arte especial, e que infelizmente eu não tirei foto...


Na página do livro no Facebook, contém um book Trailer muito emocionante, que vale a penas dar uma conferida:

Book Trailer: UMA VEZ VOCÊ, UMA VEZ EU
Book Trailer: UMA VEZ VOCÊ, UMA VEZ EU / Lançamento: EM BREVE (Pré-venda: SARAIVA / AMAZON) :)
Publicado por Diego Martello em Quinta, 24 de setembro de 2015

56 comentários:

  1. Gosto muito de livros nesse estilo, que trazem os fluxos de consciência das personagens. Sou fã de Virgínia Woolf e as premissas deste livro parecem um pouco om os dela: dinâmicas familiares, relacionamentos, e coisas assim. Mais uma ótima dica sua, para variar.

    Ruh Dias
    perplexidadesilencio.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu admiro livros que mexem com nosso sentimental, pois é uma das leituras mais ricas possíveis que podem ser feitas.

      Excluir
  2. De fato o autor aparenta ter construído uma história forte e até reflexiva, mas infelizmente acho que é uma leitura que não me agradaria muito :( ótima resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem post sobre multitalentos no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena :/ Mas creio que se você começar a ler, vai gostar!

      Até breve o/

      Excluir
  3. Oi Vinicius!
    Não conhecia o livro. Parece ser uma leitura bem intensa.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Interessante. Gostei bastante do efeito da capa.

    Beijos,
    Postando Trechos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mais interessante é que a capa foi pintada pelo próprio autor!

      Excluir
  5. Achei muito lindo o trabalho do livro!!! Sua resenha está ótima, como sempre, bem
    minuciosa e intrigante. Mas esse livro, apesar da reflexão, fator que adoro, não combina comigo. Tipo, com o que eu costumo ler.

    Beijos!

    arcoirisduplo.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem isso, mas acho que você gostaria se o lesse. Pois o tema é tratado com um sutileza indescritível.

      Excluir
  6. Não conhecia o livro, mas confesso que chamou bastante a minha atenção! Inclusive, vou já dar uma olhada na página do livro no facebook e saber mais ainda. A tua resenha foi escrita de uma forma tão sincera que me cativou ainda mais! E também gostei que você reparou nas páginas e tamanho da fonte, sempre quando pego um livro tenho a mania de fazer isso haha.
    Beijos, fica com Deus. Te aguardo no blog! ♥
    lendoeaprendenddoblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É impossível não reparar nas páginas e nas fontes. Sempre gosto de saber como são antes de comprar um livro. Espero que você goste da leitura, se o ler.

      Excluir
  7. Oi, Vonícius, tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas o enredo me parece promissor! Tenho lido diversos títulos do selo Talentos da Literatura Brasileira e não me decepcionei com nenhum!
    Achei a capa muito interessante e achei também a história bem crível! Vale dar uma conferida! Ótima resenha.

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Talentos da Literatura Brasileira me surpreendi cada dia mais, impossível não gostar :3

      Excluir
  8. Não conhecia o livro e devo admitir que pela capa não me chamou muita atenção. Todavia pela sua resenha fiquei muito interessada. Histórias que demonstram o real de nossa vida, que acontece com muitas pessoas, geralmente são surpreendentes, pois mostra como o ser humano pode se manter diante disso, as emoções são retratadas muito bem e isso nos traz um ponto de vista lindo da história. Sua resenha está muito bem escrita, parabéns!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Livros que mexem com nosso sentimento são mesmo incríveis e quase sempre adquirem um lugar especial em nossa estante, como é o caso deste livro.

      Excluir
  9. Não conhecia o livro, mas gostei bastante da premissa e
    sua resenha abordou pontos que me convenceram e atraíram, espero poder lê-lo algum dia.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu espero que você tenha a oportunidade de o ler ueheueh

      Excluir
  10. Não conhecia o livro, mas me pareceu ser bem interessante. Fiquei curiosa para lê-lo.
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você tenha a oportunidade de o ler =)

      Excluir
  11. Olá, Vinicius.
    Eu ainda não conhecia esse livro e não me interessei por ele. Pelo menos não no momento. Acho que ele não é para mim. No momento estou querendo ler coisas mais leves e fáceis hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Que capa linda!!!
    Amei a "bomba de emoções" !!! Só de ler isso já estou desejando a leitura...
    Livros completos assim sempre me agradam... Já botei nos desejados:)
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é verdadeiramente um bomba de emoções, vale super a pena a leitura!

      Excluir
  13. Oi Vinicius,
    Adorei a capa desse livro e gostei bastante do enredo.
    Vou anotar aqui para ler em breve :D
    Bjs
    Diário dos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, creio que irá gostar ainda mais depois que o ler...

      Excluir
  14. OI
    nem conheci o livro e o autor, mais o enredo parece se daqueles que mexe com o leitor e que também fala de problemas de família e pelo que li na resenha sua leitura foi profunda e que bom que gostou de ler ele.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, me aprofundei muito na leitura do livro.

      Excluir
  15. Oi, Vinicius!
    Gostei muito dessa capa, a achei muito interessante. O livro me despertou muita curiosidade, gosto dessa gama de reflexões e subjetividade que ele aparenta trazer. Excelente dica.

    Beijão,
    Sofia - Lendo de Tudo

    ResponderExcluir
  16. Ooi. Incrível como livros densos tendem a ser pequenos. Sei lá, andei reparando nisso hoje depois de ter passado em diversos blogs e tal.
    A premissa dessa obra não me deixou curiosa, gosto de coisas mais leves e que me divirtam de uma forma que me faça devorar o livro. Geralmente não consigo ler livros assim.
    Beijos
    Sil - Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já havia reparada nisso. Pois é muito mais difícil escrever a resenha de um livro pequeno do que de um grande...

      Excluir
  17. Olá!
    Um livro com a premissa interessante... eu não conhecia.
    Ótima dica, vou deixar anotado aqui.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você tenha a oportunidade de o ler....

      Excluir
  18. Oi, Vinicius!
    Livros que tratam de problemas familiares tendem a ser boas leituras e que mexem com a gente.
    Amei sua resenha, como sempre.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  19. Oi! Que resenha incrível!
    Me interessei bastante pelo livro, e realmente a capa dele é instigante.
    Beijos!
    Maria - doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oii Vinicius, tudo bom?
    Essa contra capa está realmente um arraso! *-* Livros que tratam de questões familiares tendem a ser boas leituras, mas sempre acabo passando longe deles, pois eles me angustiam de mais! Ainda assim, amei a sua resenha e fiquei bem curiosa com esse :)
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um pouco angustiante, muito, pra falar a verdade...

      Excluir
  21. Além da capa muito bem trabalhada, a história também parece ser muito boa, acredito que se tiver oportunidades eu lerei.
    Abraços e que a Força esteja com você!
    http://www.paradageek.com/

    ResponderExcluir
  22. Oooi! Tudo bem?

    Gosto de livros assim, mais reflexivos, que você não consegue tirar da cabeça por dias ou mesmo semanas após concluir a leitura. Acredito que eu iria me identificar bastante com Willian, porque meus pais se separaram quando eu era muito nova e fiquei muitos e muitos anos afastada da minha mãe, brigamos na minha adolescência e somente no ano retrasado retomamos o relacionamento, e até hoje é meio complicado. Vou conferir, com certeza. Ótima resenha!

    Beijinhos, te espero lá no http://amendoasefelpices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado essa coisa de separação, não passei por isso, mas já presenciei muitos casos, e não deve ser nada legal...

      Excluir
  23. Oi Vinicius,
    Que capa bonita, me lembrou uma parte da abertura da segunda temporada de True Detective haha
    Eu gostei bastante da proposta em focar nessa relação meio perturbada de pai e filho, e em certo ponto acho que posso até me identificar.

    Ótima dica e eu não conhecia.

    Tenha uma linda semana ♥
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  24. Oie,
    não conhecia o livro, mas confesso que ele não me chamou atenção.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  25. Oi,
    Nossa, adorei!
    A capa, sua resenha, o vídeo! Já vou marcar no meu skoob s2
    bj


    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Não é o tipo que livro que eu leria, então ele não me conquistou muito :/


    Beijão <3

    www.seteprimaveras.com

    ResponderExcluir
  27. Amo conhecer autores nacionais e esse livro parece ser mesmo um turbilhão de emoções!!
    Beijos,
    Luana Agra - Blog Sector 12 - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Apesar de não ser o estilo que eu leria, gostei da sua resenha, temos de prestigiar mesmo os nossos autores nacionais! A capa também não me conquistou, mas quem sabe né!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir

 

Copyright @ 2016 Decidindo-se .

Traduzido Por: Templateism