sábado, 16 de abril de 2016

Resenha: O Dono da História - Carla Weisz

Esta é uma história inspiradora de aprendizado que tem como foco liderança, cultura e protagonismo, sendo a primeira obra escrita no Brasil sobre esses temas redigida em formato de storytelling. O personagem principal é um homem comum que, com seu jeito de ver a vida e com suas experiências, suas escolhas, somados aos ensinamentos de líderes que conheceu, aprende a ser protagonista de sua vida, tomar as rédeas de seu destino e se tornar um líder.
Há uns dias atrás, ou melhor muitos dias atrás, não se via falar sobre outra coisa no instagram. As resenhas e fotos desse livro estavam pipocando em tudo que é canto, e até hoje o sucesso continua. Tanto até, que, cá estou! Recebi esse livro em parceria com a editora Évora há um tempão atrás, e que devido a minha rotina agitada, só consegui ler agora. 

Aliás, é essa a essência do livro. A rotina diária, o trabalho, a determinação em ser alguém. De ser o protagonista da sua própria história. 


E nesta história conhecemos a trajetória de vida de Milton, um jovem que decidiu sair de sua cidade natal no interior de São Paulo e começar a sua vida na capital, a grande São Paulo. Logo que chegou, Milton, foi vitima de um acidente e passou algum tempo em recuperação no hospital. Sua personalidade otimista e amigável o fez ter dessa experiência traumática algo para se manter de pé seguir em frente. Fez amizades com os internos ao seu lado, como também com sua doutora, Alice. A qual, mesmo sem aparecer muito no livro, foi quem executou o papel principal da história. Ela foi a responsável por arrumar um emprego para o Milton, ou melhor, Seu Milton, como ele passa a ser chamado futuramente.

Milton consegui um emprego na empresa da mãe de Alice. Dona Márcia tinha uma empresa que fornecia garçons de forma terceirizada para outras empresas com as quais mantinham contratos firmados. Ela é uma pessoa incrível, agitada e interessada no bem estar dos que estavam a sua volta. Era uma chefe participativa que motiva seus funcionários a darem o melhor de si a cada dia, fazendo-os a realmente gostar do serviço que estavam realizando, e não apenas realiza-los por obrigação.


O protagonista é uma pessoa dedicada naquilo que faz, e a faz com um imenso empenho. Por isso dona Marcia resolveu coloca-lo trabalhar em uma de suas empresas parceiras pouco tempo após sua contratação. E a partir de então, Milton passou a ser chamado de "Seu Milton", um apelido que não o agradou muito de inicio, mas que com o tempo acabou se acostumando. Seu Milton gostava do que fazia e aproveitava para aprender o que podia enquanto trabalhava, seja escutando as conversas de um reunião ou outra, ou nas repentinas conversas que tinha com seus chefes. E cada um deles tinha algo a ensinar ou a ser mostrado, pois essa é a idéia do livro: Transmitir conhecimento. Seu Milton apenas é o mediador dele até nós.

Acompanhamos a trajetória profissional de Milton em muitos pontos. Gostei de ver o quanto ele foi determinado em fazer a faculdade de Administração. Mesmo ele não tendo dinheiro para pagar a mensalidade, ele foi lá, insistiu, insistiu até que conseguiu. Essa é uma parte interessante da história, pois mesmo sendo um simples garçom ele conseguiu ter foco e formar-se no curso que queria. Esse livro é um daquele que nos ensina a ter orgulho de quem somos, da profissão que praticamos, e que não devemos abaixar a cabeça para qualquer coisa, pois assim como seu Milton disse: Ninguém é melhor que ninguém.


Enfim, concluindo: Esse foi um livro muito inspirador. Ainda mais agora, nesta nova fase da minha vinha. Eu acabei de completar um mês de trabalho, não só isso, um mês do meu primeiro trabalho. E ler essa história, justo nessa época foi muito bom. Encontrei muitas dicas importantes que acredito que serão muito úteis no engrandecimento profissional de muitas pessoas. A personalidade do Milton é algo que no qual devemos nos espelhar, não só em sua personalidade como também em sua determinação e foco. Temos que aproveitar as oportunidades que a vida nos dá, e usar esse conhecimento adquirido quando for a hora certa. Entretanto, não leia esse livro esperando muitos acontecimentos e reviravoltas, pois ele não tem. Leia esse livro com a expectativa de adquirir e sugar os ensinamentos contidos nele.  

42 comentários:

  1. Oi Vinicius,
    Não conhecia o livro, mas por ser inspirador fiquei curiosa.
    Quero ler, vou anotar na minha lista.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Vinicius.
    Já li uma resenha de "O Dono da História" e gostei muito. Nunca mais tinha ouvido falar do livro e essa é a segunda resenha que leio.
    Gosto de livros inspiradores como esse. Nunca li nada assim, mas acho que deve ser o máximo. Fora as lições de vida que aprendemos.
    Não sei agora, mas com certeza vou querer ler esse livro em algum momento.
    Ah, parabéns pelo emprego. Sucesso! ;)

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As lições de vida são as melhores, realmente são muito boas.

      Excluir
  3. Oi Vinicius!

    me simpatizei de cara com o protagonista e pelo fato de tentar buscar seus sonhos e ser uma pessoa dedicada! Acho que vou curtir o livro!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O protagonista é uma pessoa determinado a alcançar seus objetivos, isso é algo interessante a se espelhar.

      Excluir
  4. Parabéns pela resenha! Deve ser um livro muito importante, e que bom que ele mudou a sua vida.

    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Vinícius! Tudo bem?
    É a minha primeira visita e já me deparo com uma resenha tão bacana!
    Adorei a resenha e a premissa.
    Confesso que quando li a sinopse imaginei: lá vem mais um livro de auto-ajuda! Mas, lendo sua resenha, senti que a vibe dele é outra, e fiquei feliz por saber que ele foi útil a você e a sua nova fase de vida.
    Boa sorte no novo emprego e que, essa nova etapa, seja linda e feliz, para que o começo de sua vida profissional lhe proporcione ânimo e dedicação para todo o resto dela.
    Estou te seguindo, e espero que possa visitar o meu cantinho tb!

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    Pausa Para Pitacos | Participe do TOP COMENTARISTA | Promoção PQ SIM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também pensei que seria um livro de auto ajuda, mas super me enganei. A história é super bem desenvolvida nos mantendo interessados do inicio ao fim.

      Excluir
  6. Oii Vinicius!
    Nunca ouvi falar desse livro acredita? Mas graças a sua resenha ele já esta na minha lista, gosto de livros assim, inspirador e emocionante. Parabéns pela resenha.

    Beijinhos!
    Amanhecer Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela comentário! Fico feliz em saber que o livro lhe interessou.

      Excluir
  7. Nossa, que demais! Livros inspiradores são um dos meus preferidos no momento. Adorei a capa também!

    Me chama de Bella

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro, mas achei muito legal. Tanto por ser nacional, mostrando nossa realidade bem de pertinho, mas também pq parece ser bem motivador. Precisamos disso né? Gostei da dica.

    http://www.rabiskos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A literatura nacional está cada vez melhor! Essa história é um exemplo vivo disto.

      Excluir
  9. Olá Vinicius;
    Como amo detalhes, sou apaixonada por por edições caprichadas.
    Sabe que tenho uma certa admiração por estes autores que possui esta capacidade
    de transformar um enredo de auto-ajuda em um estória motivadora. Afinal muitos torcem o nariz para
    este tipo de literatura.Adorei mesmo.

    Beijos.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, os livros de auto ajuda, ou os que são voltados a transmitir ensinamentos, são verdadeiramente mal vistos. Mas ainda bem que a literatura se expandiu e surgiu livros que nem esses.

      Excluir
  10. Olá, Vinicius.
    Como não acompanho muito o Instagram, não tinha visto esse livro ainda. A capa é bem interessante, mas a história não chamou muito a minha atenção não. Mas que bom que veio no momento certo da sua vida e te ajudou.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro fez muito sucesso lá pelo instagram, o que me fez ficar curioso com a história. Que pena que o livro não te interessou :/

      Excluir
  11. Oi
    parece ser uma leitura legal e leve, fiquei interessada, apesar de ler poucos livros assim eu gosto do tipo de livro que pode nos ajudar, parabéns por um mês de emprego, eu mesma to já faz 1 ano e alguns meses sem emprego e tá difícil achar.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que seria um ótimo livro pra você. Desejo sorte na sua busca por empregos! Vai fazer dois meses que eu to com o meu, e to dando graças por ter conseguido achar um.

      Excluir
  12. Oi, Vinicius!
    Eu já tinha visto esse livro por aí, mas ele não me interessou muito :(
    Que bom que ele foi inspirador pra você.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  13. Olá ! Fazendo aqui uma visita ao seu blog a primeira vez! Eu não conhecia esse livro, mas parece ser bem interessante, com certeza vale a pena ser lido! Gostei da sua resenha e do seu blog !

    Conto com a sua visita! E espero que goste! :)

    Jéssica Patrício - pitadadecinemaeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Espero que você volte muitas e muitas outras vezes e.e

      Excluir
  14. Parece ser um livro bem inspirador, daqueles que mostram como a luta pode trazer bons resultados. Apesar de não ser meu tipo de leitura, fiquei um pouco curioso.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de abril. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, sua frase resumiu basicamente o livro.

      Excluir
  15. Oi Vinicius,
    Nossa que livro bacana :O
    Já vi algumas resenhas dele e são todas positivas.
    Fiquei curiosa em relação a história.
    Bjs
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é muito bom, espero que você tenha oportunidade de le-lo.

      Excluir
  16. Oi Vinícius,
    Apesar de estar fora das fantasias que eu costumo ler, achei o livro interessante. Acho que escolheria ele para sair da minha zona de conforto.

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com/2016/04/sessao-pipoca-bruxa.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria um ótimo inicia á este novo gênero literário.

      Excluir
  17. Oi, Vinicius! Não tinha visto o livro ainda... Parece ser um livro super positivo, que mostra que as coisas podem ser possíveis "apesar de".

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Gostei de conhecer o livro.
    Não sei se lerei mas achei interessante
    Bj


    IG: @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Vinicius,
    Não conhecia o livro mas achei bem bacana a história do Seu Milton, rs.
    A ressalva sobre a vida profissional, me deixou interessada. Ótima resenha.

    tenha um ótimo final de semana
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  20. Olá, Vinicius! Tudo bem?
    Não tinha conhecimento da obra, mas fiquei curioso para conhecer ao ler sua resenha. Gostei da temática do livro, toda essa rotina profissional e pessoal que o protagonista vive, acredito que de fato não tem como não se identificar.

    Um ótimo fim de semana. Até mais!
    http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é de um tema muito real, então, como você falou, não há como não se identificar.

      Excluir
  21. Ainda não conhecia essa obra, e pela capa eu não daria muito, mas pela sua resenha deu pra entender e conectar a capa à premissa, e gostei bastante! É uma ideia boa, uma história mais pé no chão que nos dá esperança e força para lutar e seguir o exemplo do personagem!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 

Copyright @ 2016 Decidindo-se .

Traduzido Por: Templateism