sexta-feira, 20 de maio de 2016

Resenha: A Cor da Escuridão - Natália Rodrigues

Eras atrás, alguns povos foram selecionados com uma missão: fazer da Terra um lugar melhor. Mas guerra, fome, tragédias… O mundo estava ruindo, e mesmo com seus poderes sobre o Tempo e o Espaço e o poder de manipular a realidade, cedidos por Shaya, senhora dos Universos, os Carmesins não mais suportaram tanto peso sobre seus ombros. 
Para sobreviver à fúria do espírito humano, eles partem para outro Universo, onde podem viver em paz. Sem saber, entretanto, levam consigo um homem: Randolf, que se indigna pelo fato de a humanidade ser deixada à própria sorte, e fará qualquer coisa para aniquilar os Carmesins. 
Diante da plena Escuridão, eles dependem unicamente daqueles que abandonaram, os detentores da Luz, a única Força capaz de salvá-los. E entre Luz e Escuridão, nasce a esperança guardada no brilho das estrelas e nas notas das canções.
Fechei a parceria com a Natália, autora do livro, a muito tempo atrás. É, confesso, demorei muito tempo para iniciar a leitura, mas me arrependo. Pois a história é fascinante e única. Bem diferente das demais que eu já li. Tudo começa partindo da premissa de que existem dois mundos, o dos humanos e o mundo dos Carmesins, que são nada mais, nada menos, do que humanos escolhidos por Shaya, a deusa do universo retratado no livro, para serem os salvadores da humanidade, manterem a paz e o equilíbrio no mundo. Acontece que com o passar do tempo os Carmesins tornaram-se rancorosos, considerando-se superiores aos humanos, e cansados de tentarem manter o equilíbrio entre a humanidade, que não ouviam seus conselhos, eles mudam-se para outro universo, abandonado suas responsabilidades sobre os humanos e indo viver em um mundo só seu. 


Só que durante essa mudança, um casal de humanos sorrateiramente vai junto, entre eles Randolf. Randolf, ficou indignado pela falta de responsabilidade e pelo egoísmo dos Carmesins, e por isso arquiteta um plano para castiga-los, invocando a Escuridão. Algo meio abstrato e nublado que falta explicações até mesmo no livro, mas que de uma coisa eu tenho certeza: Isso não é nada, ênfase no nada, bom!

Com essa premissa iniciamos a história conhecendo os personagens Emmet e Solana. Irmãos muito próximos, já que sua mãe morreu e seu pai mantém-se ocupado, propositalmente,  no trabalho. Com toda essa atmosfera de solidão eles acabaram por ficarem mais próximos, um buscando abrigo no outro.

Solana é uma ótima pianista e Emmet um ótimo cantor, o melhor, e a melhor, da região. Mas com o clima esquentando em Fykwen, mundo dos Carmesins, eles são chamados para lá, pois só eles possuem o poder de afastar a Escuridão eminente.


Acontece que durante o transporte entre os dois universos, os dois irmão acabam sendo separados. Emmet vai para o castelo de Randolf e Solana vai para a tutela de Crystal, a princesa dos Carmesins. Ficando os dois em lados opostos um do outro. Acabamos por conhecer os motivos de cada lado, os dos Carmesins e o de Randolf, nesta parte da história. Eu fiquei meio confuso, pois ao meu ver os dois lados estavam certos, mas o que mais me convencia era o de Randolf, mesmo ele sendo considerado o total vilão da história, e realmente dando motivos para ser reconhecido por este titulo.

Um outro ponto interessante do livro é que a escrita é totalmente interligada com as músicas, não só na história como também na escrita em si. A autora utilizou como inspiração muitas músicas, dedicando até mesmo os títulos de capítulos para elas. O amor da Natália é notável, basta ler as primeiras folhas do livro para entender do que eu estou falando. E ela conseguiu com sucesso transmitir sua paixão para o livro.

No geral, é um livro de fácil entendimento, meio cansativo em algumas partes, e complicadinho em outras, mas é o normal de um livro do gênero, nada que de fato atrapalhe. A escrita é bem desenvolvida e o final é surpreendente. Ou nem tanto, isso varia de leitor para leitor ueheuheueh Leia e tire suas próprias conclusões.

18 comentários:

  1. Oi, Vinicius! Tudo bem? Nossa, que capa mais divosa é essa? Saber que o livro tem muita ligação com músicas também animou. Talvez eu o leia em breve! :)

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiii

    O livro não é do gênero que eu normalmente leio, por ser cansativo e ficar meio confuso em algumas partes, acho que dificilmente leria.

    Beijos!

    Cintia
    http://devaneiosdeumacindy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Vinicius,
    O gênero não me agrada, na verdade. Mas a capa é linda. E se relacionar com músicas deve ser ótimo também. Uma pena ser cansativo em determinadas partes.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Vinicius;
    A arte de capa do livro é linda e intigande, em contra partida a sinopse é um tanto confusa. Mesmo assim o enredo
    me chamou a atenção e a resenha desperta curiosidade quanto ao desfecho do livro.

    Beijos.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, Vinicius.
    A capa do livro é bem chamativa, assim como a sua premissa. O fato da autora ter uma boa escrita também me chama a atenção.
    Fiquei bastante curioso sobre a obra. Só não sei se a leria nesse momento.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Vinicius.
    Não conhecia esse livro ainda mas fiquei bastante interessada. Gosto muito do gênero. Achei interessante isso de você ficar dividido entre os lados, já aconteceu isso comigo antes, eu não conseguia ver o porque de um dos lados ser considerado o erado. Vou anotar aqui para futura leitura.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi Vini!

    Que interessante o enredo e o fato da escrita estar interligada com as músicas! Não conheço a autora, mas pretendo dar uma oportunidade para a essa leitura!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Adorei a historia do livro, parece ser bem interessante, eu nao conhecia ele, mas fiquei com muita vontade de ler :3
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Vinicius! Achei a trama desse livro bem diferente, gostei da resenha!

    Jéssica Patrício - pitadadecinemaeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Vinicius!
    Confesso que não costumo ler muito esse gênero e achei o enredo um tantinho confuso! Ahahahaha! Mas gostei do fato de ter inspiração em músicas.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  11. Oi
    que bom que a demora para ler ao menos valeu a pena, nem conhecia o livro, mas curti a sinopse e achei a capa bem bonita, é um gênero de livro que acho legal, preciso ser mais livros assim.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi, Vinícius!
    Confesso que fiquei meio confusa, mas anotei a dica para um futuro próximo.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  13. Oie,
    nossa não conhecia o livro, achei a história interessante.
    Vou pesquisar mais sobre ele.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Vinicius adore a resenha mas acho que também não faz meu genero de leituras, sou mais do tipo romance hehe..Você ainda não fez seu cadastro em feedhi, faz lá te estamos esperando..Qualquer duvida só perguntar..Bjus
    www.feedhi.com
    www.petitluxo.com

    ResponderExcluir
  15. Adorei a história do livro. Seu blog é uma fofuraa!
    Venha conhecer um pouco do Outono Literário (http://literariooutono.blogspot.com.br/)
    e não esqueça de me dizer se você gostou ou não!
    Bjos! :*

    ResponderExcluir
  16. Ultimamente ando em leituras um pouco mais leves, mas achei o enredo intrigante. Envolvendo música também ja conta uns pontos a mais!

    http://www.rabiskos.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá Vinicius.
    Gente só a capa desse livro me conquistou, amo romances, mas ultimamente tenho procurado novas leituras e essa sua resenha me deixou com vontade de saber o final da história.
    P.S: As fotos ficaram lindas.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  18. Aaaah, que amoor! *.*
    Adorei a resenha, Vinicius, muito, muito obrigada!

    ResponderExcluir

 

Copyright @ 2016 Decidindo-se .

Traduzido Por: Templateism