quarta-feira, 27 de julho de 2016

Resenha: A Sombra Daquela Garota - Rafael L. Ferrari

A sombra daquela garota narra a construção de uma difícil amizade entre duas meninas completamente antagônicas. Com foco nas sensações e nas crises existenciais, os conflitos cotidianos delas ganham tamanha força no decorrer da narrativa, que as tornam cada vez mais próximas, levando a uma relação de forte cumplicidade.
A espiritualidade, a sexualidade e a inquietação aflorarão por entre as páginas, carregando, ao mesmo tempo, um teor místico e científico, tão característico na vida dessas adolescentes.
Lola nasceu em uma família extremamente religiosa, tanto até que estudou por muitos anos em um colégio católico. Assim como seus pais, ela gostava de ir as missas e de todos os ensinamentos religiosos que eram discutidos com a família toda reunida para o almoço ou janta. Mas em um momento de crise, o colégio católico que Lola estudava faliu e acabou por fechar as portas, seus pais se viram obrigados a matricula-la em um colégio publico da região. Receosos de a filha ter muitas más influências naquele ambiente “profano” eles a doutrinaram a sempre se perguntar OQJF, O que Jesus faria, diante de todas as situações que a filha se sentisse com dúvidas. Aconteceu que Lola acabou notando muitas contradições no que seus pais diziam. A palavra sagrada foi perdendo seu brilho e com um tempo ela deixou de acreditar em Deus. Abandonou a vida de religiosa e passou a ser a mais cética da escola.

Já Ingrid, nasceu em uma família de cientistas. Seu pai e sua mãe eram professores universitários, ambos lecionavam matérias importantíssimas e complexas, mas Ingrid simplesmente simplificava para Biologia e Física. Uma família de teóricos que em suas conversas, religião era simplesmente perda de tempo. Uma era pior que a outra e etc. Entretanto ao fazer umas pesquisas Ingrid descobriu um movimento chamado Nova Era, mais ou menos como uma religião que busca trazer a magia e misticismo novamente ao ar. Ingrid se encanto nisso, e descobriu que isto era o que faltava para completa-la inteiramente.  


A amizade das duas surgiu na escola muito tempo depois delas se conhecerem. Por tempos a relação delas foi só de um “Oi, tudo bem?” e só. Mas em um dia qualquer Ingrid se sentiu atraída pela garota de cabelos loiros. Atraída de uma forma diferente, mais do que admiração ou simplesmente amizade. Ingrid ainda não entendia, mas só sabia que Lola, a menina de cabelos loiros, mexia com seus sentimentos de uma forma estranhamente gostosa. A aproximação das duas aconteceu naturalmente. Ingrid toda meiga e doce se envolvia cada vez mais com a porra-loca da Lola, toda durona e séria, mas que no fundo, é tão sentimental quanto ela.


O livro fala sobre religião, sexualidade e principalmente sobre auto-conhecimento e auto-aceitação. As consequências de se assumir homossexual e como as pessoas reagem a isso são uma critica latente nas palavras que formam esta história. Os verdadeiros amigos e as mais variadas reações da família são os pontos mais pertinentes. Os pais de Lola, religiosos até o fim, como é o esperado, não reagem muito bem diante da revelação e a situação já turbulenta entre pais e filha só piora. E em uma tentativa de educar a filha e afasta-la do errado, eles decidem se mudarem pra São Paulo e colocar Lola em um colégio católico em regime interno que existe por lá. 

Os pais de Ingrid, todos teóricos e bem estudados, reagem como se a filha não estivesse dizendo nada de mais. Não fazem muito alarde e simplesmente a apoiam, aprofundando ainda mais a relação entre eles. O que dura por pouco tempo, já que eles vivem em um rotina super apertada e que geralmente acaba sobrando pouco tempo para desfrutar momentos com Ingrid. Mas isso não importa. Importa é que Lola irá se mudar, e as duas consequentemente irão ficar sem se ver. O que significa que só sobra tempo para mais uma única e última aventura entre as duas….


A escrita do Rafael é super simples e sem rodeios, extremamente direta. O que acelera bastante o ritmo da leitura, eu li o livro em uma pegada só. Os acontecimentos acontecem rapidamente, a história flui em um ritmo muito confortável. Tudo acontece na hora que tem que acontecer pronto, sem muito mistério. Sendo franco, o A Sombra Daquela Garota, não é nenhum best seller, com acontecimentos revolucionários e bafônicos. Mas é um bom livro para passar o tempo e fazer uma reflexão saudável e superficial. O final não é nada de grandioso, mas na minha opinião, foi o melhor que poderia ter. Consigo imaginar alguns outros finais alternativos, mas nenhum consegue superar a simplicidade e normalidade do acontecido, que mesmo sendo tão real, simples e frio mantém uma chama de esperança para um futuro próximo. Gostei disso porque é algo que foge dos famosos clichês de finais literários. Enfim, só lendo pra entender do que estou falando! uheueheh

15 comentários:

  1. Que linda essa capa! Quanto a história, não sou muito apegada em livros que discutem religião, mas como você disse, é uma obra de reflexão que aborda também outros assuntos, então provavelmente lerei também! Só fiquei com medo do tal final hahahah

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie Vinicius =)

    Não conhecia o livro, mas achei a premissa dele bem interessante. Gosto de narrativas que abordem temas atuais e que nos façam de certa forma rever os nossos próprios conceitos e "pré-conceitos".

    Dica anotada!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  3. Oi Vini,
    Nacional com capa fofa? Eu quero! HAHAHA
    Gostei das temáticas que o livro aborda, fiquei interessada e nem conhecia a obra.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Vini! Encantada com a sinopse e os temas abordados e a capa é lindíssima! Adorei as fotos tb!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi, Vini

    Adorei essa capa! <3
    Achei a proposta da história bem legal. Nunca li um livro LGBT, sabia? Sinto vontade.
    Essa fase de descoberta deve ser muito interessante de acompanhar.
    Gostaria de ler um dia. Sua resenha ficou excelente, parabéns!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  6. Oiii Vini

    Achei os temas abordados bem interessantes. Gosto de ler histórias que tratam essas coisas que todos nós passamos em algum momento da vida, dúvidas acerca de amizade, religião.
    Achei a capa super linda, amei e soube manifestar bem o que o livro traz

    Beijos

    http://unbloglitteraire.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Vinicius. Gostei muito da sinopse e mais ainda da sua opinião!
    Adoro livros assim, leitura rápida e leve, mas ao mesmo tempo alguns assuntos meio "tabu" néhh...
    Meu lembrou muito o livro Os Dois Mundos de Astrid Jones, se ainda não leu eu recomendo! Abraços!

    www.lendo1bomlivro.com.br
    Instagram :) @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
  8. ooi!
    não conhecia a obra porém a premissa me chamou bastante atenção!
    adoro o gênero, mais um pra listinha!
    bela resenha.
    bjs
    http://lendocomela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Vinicius, tudo bem?

    Caramba eu não esperava por esse enrendo fantástico, até o momento não li nada do gênero mais tenho curiosidade, sou muito mente aberta com esse tipo de coisa principalmente quando se trata de religião, gostei bastante da premissa do livro da forma como você descreveu a estória e vou deixar anotadinho aqui :)

    beijinhos

    https://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Parece ser um livro bem diferente do que estou acostumado a ler.
    Fiquei curioso com relação a "nova era", achei um dos pontos
    criativos da história, tanto quanto os pais de cada menina - bem divertido.
    http://brancobolcado.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Esses finais cheios de realidade são um balde de água fria no nosso coração romântico, hahaha.
    Achei bem interessante. Quando comecei a ler a resenha imaginava algo completamente diferente.
    Se um dia esse livro cair na minha mão, com certeza vou ler.
    Gosto da história entre duas pessoas tão completamente diferentes.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  12. Heyy não conhecia o livro, mas achei bem interessante
    Achei engraçado o "porra-loca" eiuehieuheiuhe
    É sempre bom quando nos deparamos com uma história em que as personagens se questionam, refletem, mudam, se complementam, enfim... parece um ótimo livro! A capa é lindíssima <3

    Ps: que L mais fofo euiheiueh <3 amei amei o layout do blog!

    Beijos,
    Kemmy|Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  13. Oi Vinicius, tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas esta resenha me deixou encantada. Não costumo gostar livros que abordem religião, nunca lido muito bem com eles. Mas pelo que tu escreveu, neste caso a ideia é toda muito bem trabalhada. Sem falar, é claro, na questão LGBT com foco no lesbianismo que é algo que eu procuro bastante na literatura e não costumo encontrar muito, infelizmente. Aliás, tu teria livros na temática LGBT para indicar? Preferência para casais lésbicos ou personagens bissexuais, que eu não tenho visto muito por aí.

    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Adorei a resenha! Fico muito feliz que você a tenha feito, capturou bem a ideia do livro. Você não sabe como o seu trabalho me ajuda!! Mais a vez, fico feliz por lido, gostado e resenhado o livro.

    ResponderExcluir
  15. Cara, já curti só de lê a resenha. Tenho uns livros pra finalizar, porem irei ler este tbm!! ;)

    www.seriesoulivros.blogspot.com

    ResponderExcluir

 

Copyright @ 2016 Decidindo-se .

Traduzido Por: Templateism