quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Resenha: Aquele Semestre Incrível - Glauco Stauffenberg

Ela era uma estudante do terceiro ano e ele do primeiro. A escola era a mesma. Os colegas também. Ele quer ser jornalista. Ela, advogada. Ele ama demais, mas ela só quer ter prazer. Dois sentimentos diferentes que todos teimam em chamar de amor. Para ficarem juntos eles terão que enfrentar desafios. Será que estes jovens serão capazes de suportar as pancadas da vida?


Pedro mudou-se recentemente para a cidade grande para iniciar seus estudos no Primeiro Ano do Ensino Médio. Mas antes mesmo de começar as aulas ele já havia se encantado por uma menina de seu novo futuro colégio. Com muito custo, e com uma força de vontade anormal, ele conseguiu preciosas informações de sua amada. Seu nome era Jeane e estava concluindo o Ensino Médio, cursando o terceiro ano. Além disso, para a sua infelicidade, ela já tinha namorado.

Mas para os romances clichês, obviamente, uma história de amor não transcorre tão facilmente assim, se não, que graça teria? 


Pedro em uma insistente teimosia não desiste da moça e não perde a oportunidade de canta-la e conhece-la melhor, e ela, por seu lado, aproveita o anuncio de diversão e embarca com Pedro em uma perigosa aventura pelos arriscados caminhos do amor, por parte dele é claro, já que pra ela, é tudo entretenimento. As aulas começam e começa também o namoro de Pedro e Jeane. Um namoro escondido já que para os olhos dos outros, Jeane nunca deixou de namorar com seu antigo namorado. Mantendo assim uma dupla relação. Com o consentimento de Pedro, que de tão apaixonado não notou a má conduta de Jeane. O que importava era estar perto dela, te-la em seus braços.


Jeane é uma personagem intrigante, esperta e manipuladora. Vive sua vida com o único objetivo de se divertir, não importando que seja as custas do sofrimento dos outros. Mas ainda assim, teve trechos em que ela demonstrou um lado mais sentimental e frágil, mas fica a dúvida: Verdade ou fingimento?

Pedro, dois anos mais novo que Jeane, é menos experiente que ela. Ela que apimenta e controla a relação e ele, na minha humilde opinião, a obedece como um legitimo cachorrinho. Achei ele um personagem sem graça e idiota. Principalmente pelo desfecho que teve a história dos dois... Que, sinceramente, tenho vontade de conta-lo e comentar toda minha indignação, não pelo fato do acontecido, mas sim, pela fraqueza de Pedro. Mas uma coisa eu deixo claro, não consigo ve-lo como vitima.


Minha opinião final acerca da obra ainda não é clara. Fui surpreendido, e gostei dessa surpresa. Mostrou ser um romance melhor do que imaginei, pois me despertou muitas emoções, como raiva e desprezo. O que pra mim, enquadra-se positivamente. Ainda assim, não é uma obra que você pare e diga "UAUUU, O QUE FOI ISSO?", mas considerando o pouco número de páginas, foi o melhor que poderia ser!

Única coisa que não gostei, foi da capa. Preciso ser franco, mas a menina ficou bem desproporcional, né não? Imagino que era pra representar uma personagem gordinha, assim como a Jeane é descirta no livro, mas acho que tal modelo foi trabalhado de maneira errada, ou, se não, poderia ser melhor adaptado. Enfim, outra coisa que me deixou muito irritado foi que quando o carteiro veio entregar o livro, não tinha ninguém em casa, e aconteceu que ele dobrou o livro no meio e enfiou na caixa de correio. Acabou que o livro ficou com um amassado bem desagradável. Não da pra notar muito nas fotos, mas ficou bem marcado! Mais uma frustração pra listra de frustrações da vida. uheuehue. Mas então, concluindo, achei uma leitura válida e intrigante, vale a pena dar uma conferida. Ela é uma obra pequena com 92 páginas e a leitura pode ser realizada facilmente, então, não há o que perder.

15 comentários:

  1. Oi Vini!!

    Ahh eu gostei da capa, ela parece gordinha mesmo!! Olha eu não conhecia a obra, mas terminei a resenha querendo saber sobre esse final! O protagonista parece ceder por amor, ganhou minha simpatia!! Quero muito ler agora rsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi Vini,
    Não conhecia esse livro, super curtinho e parece ágil.
    Gosto da ideia da personagem ser gordinha, uma pena ser desproporcional na capa, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Pela resenha o livro parece ser bem legal, adorei a capa e gosto de livros assim. Beijos
    Estilhaçando LivrosCantar em Verso

    ResponderExcluir
  4. Acho que eu ia ficar 90% do tempo irritada com esses personagens kkk odeio gente manipuladora e gente que se deixa ser manipulado facilmente. A impressão que deu é que a Jeane estava se aproveitando da boa vontade dele mesmo. Mas quem sabe o Pedro ainda tenha um final feliz, né?

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Vini!
    Eu daria uma chance para a leitura só por ela ser bem rápida.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Oi
    não conhecia o livro, mas acho que não leria esse livro por conta do que falou da protagonista, pelo menos curtiu a história um pouco e que ruim seu carteiro, estragou o livro.

    Momento Crivelli

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    não conhecia o livro, mas confesso que ele não me chama atenção.
    Tenho fugido de livros neste gênero ultimamente.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Não conhecia esse livro. Por alguma razão me chamou muita atenção.
    Sua resenha me fez querer dar uma chance a ele, vou procurar para ler.

    www.donadegato.com
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bom? Não conhecia o livro, mas achei a capa bem fofinha e a premissa me interessou bastante, acho que eu vou ler.
    Nossa que raiva por você, carteiros sempre fazem isso, odeio, essa semana mesmo recebi um livro e as laterais estavam toda amassadas, ninguém merece.

    Beijos
    https://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Vinicius, tudo bem?
    Eu achei a capa um amor, e teria xingado um monte o carteiro ú.ú
    kkkkk
    Referente a resenha, parece ser um livro bem diferente, os papeis de invertem né? Eu gostei, acho que vale sim dar uma chance, vou ler depois *-*
    Beijos, e adorei a resenha!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  11. Oi Vinicius,
    Dá uma raiva quando os carteiros fazem isso.
    Achei capa bem bonita, porem a premissa não me chamou tanta a atenção. Acho que no momento não leria, mas não descarto para uma leitura futuramente.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  12. Oie Vini =)

    Esses carteiros ¬¬, sei bem como é.
    Confesso que a premissa da história não me chamou muito a atenção. Em especial pelo que você falou dos personagens. Acredito que não conseguiria criar um vinculo com eles durante a leitura e isso sempre me atrapalha muito.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  13. Achei bem amorzinho esse livro *0* Mas não compraria ele, mesmo achando um amor eu não conseguira ler ele.

    Blog>> www.seteprimaveras.com

    ResponderExcluir
  14. Gente, eu matava esse carteio G.G realmente a capa deixa a desejar, mas a história parece aqueles clichês gostosos de ler, adorei a resenha!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Hello, tudo bem?
    Eu também não gostei da capa e o livro não chamou minha atenção porque eu não curto romance de adolescente.
    Beijos!

    Refúgio da Ju

    ResponderExcluir

 

Copyright @ 2016 Decidindo-se .

Traduzido Por: Templateism